terça-feira, 1 de dezembro de 2009

MORTE...


                                                                        













A luz cintila,
a psicose se instala,
a voz balbucia
palavras mortas,
olhar perdido,
entre as nuvens,
as mãos trêmulas
apóiam-se,
o grito não ecoa,
a reação não vem,
o pensamento não articula,
o corpo não responde,
a razão se perde,
o medo cede
em meio
às lagrimas,
às lastimas,
às mágoas e
às injurias.
Esvai-se o corpo,
em seguida, a alma,
rumo ao infinito,
conduzidos pelas mãos de Deus.



3 comentários:

kassiaindia disse...

morte
corte
porte
suporte
norte
resorte
sorte
recorte
lamina da corte

Sonia Lima Naves disse...

Só suporta a dor da morte com o suporte de um resort do porte de uma lamina de corte.

Beijão

kassiaindia disse...

Gostei da sua resposta, poético como a minha Soninha. beijos MULHER com maiúsculo.