quinta-feira, 31 de março de 2011

Esquivar-se de amar é morrer, aos poucos, de angústia e de dor...


Esquivar-se
de amar
é morrer,
aos poucos,
de angústia
e
de dor.
Esquivar-se
de amar
é esquecer
a essencia
humana
de alma sonhadora
Sonhar
um novo AMOR
pode ser
 o destino
pregando peça.
Não sei dizer!
Mas sei
 que é a possibilidade
de concretizar
nossos sonhos 
que
mantém viva
a chama
que aquece nosso coração
e
 ilumina a nossa caminhada.


2 comentários:

kassiaindia disse...

Aqui ama-se demais.
Aqui transborda-se de amor.
Entregar-se ao amor
é perder o medo da morte e entrar no rio sem dor.
Onde é aqui?
Ainda não sei, mas estou procurando esse lugar.

Sonia Lima Naves disse...

Quando encontrar, me passa o endereço. rsrsrsrs
beijos